Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Refletindo sobre o fracasso dos investimentos na Educação Brasileira.


Romanos 12:7- Se é ministério, seja em ministrar; se é ensinar, haja dedicação ao ensino.

O que realmente está por trás do fracasso educação brasileira? porque os índices são tão baixos?  A resposta a estas perguntas são sempre as mesmas, investimentos mal direcionados e insuficientes, o fracasso da educação está acima de tudo na corrupção,política e no desvio de verbas publicas.
ABC e aquela prova de final de ciclo das crianças do ensino fundamental,  as turmas de  terceiro ano, neste ano o resultado foi um completo fiasco ou fracasso, no Brasil como um todo, com  pior resultado possível a região nordeste, 44,1% dos alunos não aprenderam o que se esperava que aprendessem  isto no quesito leitura.

 Agora em matemática os números são simplesmente assustadores, 58,1/2 % e mais ou menos isto, média nacional  na região nordeste, o alunos que atingiram resultado satisfatório em leitura é de 33,6 %,  em matemática 24,3%,  no geral índice de aproveitamento do nordeste é de apenas 20,4%, você pode esta pensando:  bem Joseano Laurentino, mas onde está o fracasso dos investimentos ?
 O ministro da Educação feliz da vida anuncia que para o ano vindouro os investimentos, alocados na proposta orçamentária da união são de até  10% do Produto Interno Bruto Nacional(PIB), aí está sua resposta um país que vê Educação como gasto, não investe nos professores e na qualidade das escolas e ainda privilegia a corrupção, a roubalheira e desvio de verbas  públicas.

Não pode ter índice satisfatório de rendimento escolar, nem aqui, nem na china,  aliás  sabe quanto a china e o Japão investem em educação?  Visita este link http://humbertocapellari.wordpress.com/2010/07/28/sobre-a-educacao-no-japao/  O professor do Brasil um dos que menos ganha,  o ministro Fernando Haddade  compara  o investimento do Brasil  aos investimentos  dos país da OCDE (Organização para a cooperação e o   desenvolvimento  econômico) uma coisa é certa ele reconhece que o Enem seja efetivado, em lugar do antigo vestibular.

Contudo não basta apenas criticar ou discutir, sem apresentar solução, neste caso temos algumas soluções que achamos funcionais e aplicáveis a esta situação, primeiro: a aprovação e validade da lei da ficha  limpa,segundo: a aprovação de uma reforma política sem voto de lista, sem o financiamento público de campanha, isto é um golpe parlamentar,
O investimento em educação deve subir dos atuais 10%, para no mínimo 30% do PIB isto a curto e médio  prazo unificar a linguagem   dos professores do Fundamental e acima de tudo dar um Piso único nacional aos professores.
Finalmente medidas disciplinares mais sérias, para quem desviar verbas da educação, merenda escolar, na verdade as coisas deveriam ser mais rígidas para se evitar que assassino e ladrões do tipo:   

Bem, agora pensemos nos aspectos mais impotentes da educação, família, professor  e escola é isto que precisa sofrer alteração para as coisas darem  certo no Brasil    
    





Verdade e Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.