Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 28 de março de 2012

Refletindo Sobre o dilema de Asafe no salmo 73 e o meu dilema Atual Parte IX.


Salmos 73 -10-11 Por isso o povo dele volta aqui, e águas de copo cheio se lhes espremem.  E eles dizem: Como o sabe Deus? Há conhecimento no Altíssimo?
Já vimos que os ímpios são pessoas perversas, e cruéis e não temem nem respeita a Deus, aqui o salmista nos leva há enxergar o profundo do ego inflado, dos ímpios eles são desvalidos de amor ou afeto. Não se importam com a justiça, nem com a bondade.
                           
Está é uma parte muito importante do Salmo, pois é aqui que vemos a transição da duvida para a certeza da obscuridade para a luz o salmista começa a entender o que está acontecendo ele se vê como ser humano, ser humano e se percebe como pecador, contudo devemos voltar nosso olhar para esta posição.

Os bajuladores e os que vivem das migalhas da corrupção do ímpio são aqui mencionados, eles estão debaixo do mesmo teto, bem das esmolas do ímpio se volta para seus opressores como se eles fossem deuses, desta forma não é estranho para o salmista se sentir odiado, ele deixa isto claro, (Exegese Intuitiva), quando diz “o povo dele se volta aqui.” veja que as assertivas do Salmista são todas de cunho expositivo ele vê ouve e sente toda uma situação a sua volta, mais e do ímpio que ele se admira por velo manipular toda uma situação.

A situação de um servo de Deus frente a estas questões e complicada, por que ele não pode usar dos mesmos artifícios, que os ímpios usam mentir, enganar, corromper, difamar, caluniar, degradar o moral de alguém são características do comportamento do ímpio, mais ele atrai a si pessoas sem escrúpulos os que se voltam para ele diz o salmista são pessoas indignas, elas não tem senso de valor e amor próprio por isto serve de presa para os desejos do ímpio.

Isto nos lembra das dez regras de Noam Chomsky 1 - A estratégica da distração:O elemento primordial do controle social é a estratégia da distração que consiste em desviar a atenção do público dos problemas importantes e das mudanças decididas pelas elites políticas e econômicas, mediante a técnica do dilúvio ou inundações de contínuas distrações e de informações insignificantes.

A estratégia da distração é igualmente indispensável para impedir ao público de interessar-se pelos conhecimentos essenciais, na área da ciência, da economia, da psicologia, da neurobiologia e da cibernética. “Manter a atenção do público distraída, longe dos verdadeiros problemas sociais, cativada por temas sem importância real. Manter o público ocupado, ocupado, ocupado, sem nenhum tempo para pensar; de volta à granja como os outros animais (citação do texto “Armas silenciosas para guerras tranquilas”)”.·.
 
  
As pessoas são levadas a vernos como um problema ou distração enquanto os manipuladores roubam desviam verbas corrompem a justiça e o juízo, e por trás da fachada de bons filantropos estão os assassinos e ladrões, do dinheiro publico que sabem que para se chegar a uma eleição e preciso comprar votos com sestas básicas e remédios, na calada da ultima noite antes da eleição, por isto os seus se voltam para eles.

Que Deus nos Livre desta casta de demônios de perseguição ávidos por sangue e destruição, de lares onde reside o temor de Deus, que em sua justiça retribuirá a seu tempo a cada um segundo as suas obras, nas palavras do Lito Atalaia “A espada Justiceira fara justiça no seu pescoço não vai ter tropa de choque não ter reforço,” Deus não está dormindo ele ainda se levantará e dará o pago a cada um dos deuses do absurdo deste mundo tenebroso.

Soli Deo Gloria.      

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.