Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Refletindo Sobre as Mortes de Amy Winehousen e John Stott.


Hebreus 9- 27 E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo, Salmos 116:15-  Preciosa é à vista do SENHOR a morte dos seus santos
Cada dia é um dia, diferente novo talvez mais, com suas próprias lutas que me levam a pensar, nas injustiças do mundo e na justiça de Deus, para Amy Winehousen, teve mídia flores, choros e muitas lembranças, não se pode nem pensar em comparar Amy Com John Stott.



 Seria um desrespeito muito grande ao servo de Deus e ao próprio Deus.
Mas poucos no mundo inteiro podem ou dirão que tipo de influência sofreram com as  vidas destas pessoas, a mim  nenhuma influência foi passada por Amy mas John Stott e Alguém a quem devo muito, em minha formação teológica e doutrinaria, e no meu “cristianismo puro e simples” Pois foi a Cruz de Cristo  e não outro símbolo de fé ou religião quem me fez ver o quanto eu era pecador e o quanto Deus me amou. 

A teologia perde um de seus maiores expoentes talvez o ultimo teólogo, puro ouso dizer um gigante da fé John não era um entre outros seus escritos tinha vida, tinha sentimento, digo tem vida e sentimento, quando se pensa em qual seja a missão cristã no mundo moderno lá está o John nos dizendo o que,onde e quando deve ser feito mais isto de forma tão simples que as vezes se pode pensar ou ele leu de mais a Bíblia, ou nos não a lemos como deveríamos.

Ser simplesmente Cristão já explica o porque sou Cristão, não talvez não mas devemos e temos de pensar na influência, que este servo de Deus teve no mundo e na Igreja cristã do período Neo-Pós-Moderno. Bem alguns dirão sobre Amy você não tem nada a dizer  ?
Não acho que a mídia já disse tudo não sei onde ela vai está na eternidade ao contrario do John sei que vamos nos encontrar preciso dizer-lhe o quanto sou grato por tudo o que ele me disse e me fez que me serviu de consolo, em  madrugadas insones e noites de lutas e tribulações.
Sei que Deus permitirá, que nos reunamos para conversamos alegremente quem sabe nos corredores do lar celeste? Não sei mais entendo que  a terra perde muito e o céus recebem mais um dos heróis da fé cristã pura.

Concordo com                  Bem nessa semana morreram duas pessoas  Amy Winehouse e John Stott. Uma cantora de pop secular conhecida pelas drogas e pelo álcool e um Teólogo conhecido pela defesa da fé cristã. Amy promoveu uma cultura pop, promoveu uma cultura hedonista de fazer a vontade da carne, de realizar os prazeres carnais, enquanto Stott promoveu uma cultura cristã de santidade, ele também tento promover o prazer, mas não o prazer de fazer a vontade da carne e sim o prazer na santidade, o prazer em obedecer a Bíblia, o prazer em Deus!     Pois é, o fato é que a morte de Amy foi amplamente divulgada dificilmente você encontrará uma pessoa que não sabe da morte dela, porém a morte de Stott pouco foi divulgada, eu pelo menos só vir em sites e blogs calvinistas ( o único site não calvinista que lir sobre era cristão) a grande maioria  das pessoas nem sabem que foi Stott quanto mas que ele morreu ( porém Jesus o conhecia, e é isso que importa).           Mesmo com o olhar secular Stott sem dúvida contribuiu muito mais para a humanidade do que Amy. Ela foi apenas uma cantora maluca de pop que não fez nada a não ser fazer os outros perderem tempo e influenciá-las ao vicio. Stott escreveu vários livros que influenciaram muitas pessoas, muitos teólogos. Stott foi um pensador em que cujas idéias são muitos importantes, enquanto Amy foi apenas uma cantora de pop, mesmo assim todos falam apenas da morte de Amy.
  
   Vejam irmãos, as pessoas honraram a morte de uma pessoa do mundo, muitas pessoas até choraram com a morte de Amy, em menos de uma semana muitíssimo cd´s dela foram vendidos por causa de sua morte. “
O mundo realmente não o conheceu, mas Deus o reconheceu, como um de seus filhos eleito e cristo para ser santo e dar frutos em abundancia pela longa e frutífera vida de John Stott e meio  as minhas lagrimas digo.
Soli Deo Gloria.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.