Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Jesus Cristo o Único é Suficiente Salvador da Humanidade parte-III.


"Mostra-nos, SENHOR, a tua misericórdia, e concede-nos a tua salvação." (Salmos 85: 7)
À neo-pós-modernidade se solidifica cada vez mais como ara das mudanças de paradigmas, posso justificar tal afirmativa demonstração clara de que o paradigma da razão, que sobreviveu ao paradigma pós-moderno, no entanto agora na neo-pós-modernidade não é mais possível falar de paradigma sem desconfiar de certas coisas a ele relacionadas.
A questão aqui é que na pós-modernidade os postulados dos secularizados, (Subjetivismos, Relativismo, Determinismo hedônico e Homocentrismo- Theo - filosófico), todos estes conceitos que se iniciaram de forma sucinta agora ganharam novos fôlegos, principalmente com advento da chamada reparação dos direitos das minorias, falaremos sobre este assunto numa outra postagem.

A neo-pós-modernidade  põe a depravação total da humanidade bem descoberta, com a relativização da moral e dilapidação da ética, como no caso da perseguição sofrida pelo Chanceler da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Rev. Augustos Nicodemos Lopes; agora na tentativa perversa de se tirar o diploma, do Pr. Silas Malafaia, a depravação total leva o homem pecador a querer que seu proceder pecaminoso seja natural aos olhos de Deus e de seus santos.

Para nós calvinistas, depravação total é Também chamada de "depravação radical", "corrupção total" e "incapacidade total". Indica que toda criatura humana  em sua condição atual, ou seja, após a queda, é caracterizada pelo pecado, que a corrompe e contamina, incluindo a mente. Por isso, afirma-se que ninguém é capaz de realizar o que é verdadeiramente bom aos olhos de Deus. Em contrapartida, o ser humano é escravo do pecado, por natureza hostil e rebelde para com Deus, espiritualmente cego para a verdade, incapaz de salvar a si mesmo ou até mesmo de se preparar para a salvação. Só a intervenção direta de Deus pode mudar esta situação por sua vontade soberana.   Para saber mais sobre isto veja www.monergismo.com       
Se no homem Adão fomos condenados e no Homem Jesus que temos a Redenção, Pico Della Mirándola em a dignidade do homem de certa forma nos chama atenção para este fato “Quem, então, não admiro o homem? Um homem que erroneamente que os textos sagrados e mosáicos Cristãos e é designado com o nome de toda a carne, e que de toda a criação, precisamente porque ela forja, formas e se transforma de acordo com o aspecto de todo o ser e sua razão de acordo com a natureza de cada criatura.”
"Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade." (II Tessalonicenses 2: 12)

O atual paradigma é da mentira religiosa, Deus é usado como desculpa para muitas atrocidades e barbaridades, não falo só do terror islâmico, mais principalmente da corrupção do chamado cristianismo evangélico, que tem tentado ofertar ao homem caído uma forma mais suave de salvação sem um reconhecimento, de que somente por meio de Cristo a criatura caída pode ter o perdão de Deus.  

Há de se verificar que as marcas da mudança não surgem somente pela projeção, pela busca construtiva ou objetivada, de um modelo mais adequado aos desafios e as necessidades da vida humana em sociedade, mais como reação, oposição ao status quo, podendo manifestar-se sobre tudo de modo conturbando e tenebroso, sem direção certa, a mentalidade irracional de nossos dias ou da Neo-Pós-Modernidade está devastando a idéia de evolução da humanidade, no contexto neo-pós-moderno não se evolui apenas se evolui.
"E, como Janes e Jambres resistiram a Moisés, assim também estes resistem à verdade, sendo homens corruptos de entendimento e réprobos quanto à fé." (II Timóteo 3: 8).
A nova roupagem do subjetivismo atual, diz que toda a verdade é valida para sua época e lugar, se no passado o homem não se casava com homem era deficiência da época hoje isto é apenas ignorância, porque Deus enquanto verdade ultima se existe só pode se crido pelo sujeito que conhece é pode julgar porque toda certeza é pessoal isto está invadindo os tribunais e cortes supremas de justiça mundo afora, pois objetivo final é banir Deus como verdade ultima e assim anarquizar a vida em sociedade baseando-se apenas no chamado direito objetivo.      

"E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará." (João 8: 32), para o subjetivismo conceitos considerado verdadeiros, são meros produtos dos valores de uma época, mais o fato é que o pecado e as suas conseqüências, não deixam isto ganhar a dimensão que os Subjetivistas, Relativistas e Pragmatistas, realmente gostariam de poder da o pecado, não é subjetivo para Deus, o pecado não relativo para Deus, por isto Ele continua impondo Jesus Cristo como único e suficiente meio de salvação e vida eterna.     

   E dizendo: O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos, e crede no evangelho." (Marcos 1: 15). No pragmatismo o correto é o que funciona, em termos religiosos hoje as pessoas estão pregando apenas o que da certo para ter em seus templos cada vez mais dizimistas e ofertantantes, funcionalidade destas coisas é o que conta mais a verdade são absolutas ou o pecador se arrepende seus pecados e implora o perdão de Deus ou não lhe resta nenhuma outra esperança, não há interseção de Maria não mediação dos santos, só e somente só Jesus Cristo é o único e suficiente Salvador da humanidade.
Soli Deo Gloria.   
    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.