Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 6 de junho de 2010

O outro evangelho uma consequência da depravação total.

Jesus não reagiria como eu, isto é verdade mas, como posso reagir de outra forma,quando somos caluniados,injuriados,defamados,vituperados,injustiçados,traídos por nossos próprios irmão em Cristo, escarnecidos e atormentados insessantemente com falsas acusações, se crescemos de glória em glória ainda estou crescendo. Tenho visto que alguns Cristãos neo-pós-moderno, pouco leem a Bíblia e pouco sabem sobre o verdadeiro Deus, pois tem muitos crentes dentro da igreja adorando ídolos criados a sua imagem e semelhança, ao invés de adorarem ao verdadeiro Deus.


E muito fácil ser cristão quando tudo vai bem, quando você não está sendo perseguido pela igreja de Roma e seus psicopatas, anteCristãos ou evángelicofóbicos, é muito fácil ser Cristão sem ter de dar testemunho ou sem ter de confiar única e exclusivamente na justiça de Deus.

Temos que pensar na depravação total que é em suma a causa
 deste outro evangelho, sobre a depravação total vejamos o que dizem os cinco pontos do Calvinismo: “ Devido à queda, o homem é incapaz de, por si mesmo, crer de modo salvador no Evangelho. O pecador está morto, cego e surdo para as coisas de Deus. Seu coração é enganoso e desesperadamente corrupto. Sua vontade não é livre, pois está escravizada à sua natureza má; por isso ele não irá - e não poderá jamais - escolher o bem e não o mal em assuntos espirituais. Por conseguinte, é preciso mais do que simples assistência do Espírito para se trazer um pecador a Cristo. É preciso a regeneração, pela qual o Espírito vivifica o pecador e lhe dá uma nova natureza. A fé não é algo que o homem dá (contribui) para a salvação, mas é ela própria parte do dom divino da salvação. É o dom de Deus para o pecador e não o dom do pecador para Deus.”


Paulo deixa isto muito bem explicitado em Efésios Cap-2-1a 10 “1 E você [ele fez vivo,] quando vós mortos nos vossos delitos e pecados, 2 vós qual uma vez andou de acordo com o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência; 3 entre os quais todos nós também já morou na concupiscência da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos, e éramos por natureza filhos da ira, como também os demais: - 4 Mas Deus, sendo rico em misericórdia, pelo seu grande amor com que nos amou,5, quando ainda estávamos mortos em nossos delitos, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos),
6 e nos ressuscitou com ele e nos fez assentar com ele no] lugares celestiais [em Cristo Jesus: 7, que nas idades ele poderia vir a mostrar a riqueza da sua graça, em bondade para conosco em Cristo Jesus: 8 Porque pela graça sois salvos mediante a fé, e isto não vem de vós, [é] o dom de Deus;9 não de obras, para que ninguém se glorie.

10 Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas.”

E plausível vermos a depravação total dentro dos aspectos humanos, de dependência, rebeldia, finalmente religião particular que nos leva a auto idolatria.
1º No caso da dependência, se pode dizer que o ser humano mesmo sendo a mais avançada das criaturas criadas por Deus não é independente Dele, não somos autônomos criados sem lei e sem dever de obediência, somos teonômos temos uma Lei para obedecer e cumprir dependemos dos atos providenciais de Deus hoje, na manutenção da criação e da vida em estados de desenvolvimento dentro de sua ordem, não Evoluímos sempre fomos Humanos, não somos animais racionais.
Somos seres divinamente criados mais não divinos como o criador pois, em tudo dependemos Dele.


2º Ao afirmamos um tal livre arbítrio que não existe nem para os homens, nem para os anjos, mas apenas o próprio Deus tem este poder pois, uma vez sendo totalmente livre implica na capacidade de poder fazer escolhas independes e sem consequências, no tempo e no espaço, daí só e somente só, O Supremamente Deus tem este poder como legislador supremo do universo infinofinito, como seres totalmente depravados nos rebelamos como Adão no Jardim do Éden e tentamos do nosso jeito resolver um problema que só Deus pode resolver criamos nossa própria religião.

3º A religião particular é uma demonstração clara da depravação total, pois quando pecou Adão viu-se despido da Glória de Deus, tendo que colocar em prática o que a serpente disse a Eva”sereis iguais a Deus” . O Homem pensou que tinha o poder de se auto perdoar cosendo folhas de figueira, este é o caso das religiões não Cristãs e pseudo Cristãs elas acham que resolvem o problema do pecado, sem precisar de Deus que só aceitando Jesus, estão salvos, daí começam um processo de maturação de sua suposta fé no salvador que lhes leva fatalmente a auto idolatria.

4º A autoidolatria é um pecado de quem pratica uma fé distorcida, isto é adora uma imagem de deus que não é o Deus verdadeiro, que não compactua com o mal e nem se deixa enganar por fingimentos, autoidólatras normalmente se acham mais santos do que a santidade, e mais justos do que a própria justiça, com seus corações cheios de rapina e malignidade, os auto idolatras são ainda autênticos detentores, segundo eles do poder de Deus, só que quando nos aproximamos o que vemos é nada mais nada menos do que puro ritualismo, que por fim é o agente maior de exposição da depravação total.
Vejamos o que diz João Calvino sobre este assunto. “Isso pode ser facilmente inferido das razões que ele anexa à sua proibição.35 Primeiramente, através de Moisés [Dt 4.15]: “Lembra-te do que o Senhor te falou  no vale do Horebe: ouviste uma voz, porém corpo não viste; guarda-te, portanto, a ti mesmo, para que não aconteça que, se fores enganado, para ti faças qualquer repre- sentação” etc. Vemos como Deus opõe abertamente sua voz a todas as representa- ções, para que saibamos que, todos quantos buscam para ele formas visíveis, dele se apartam”.


O homem é um ser assombrado pele vastidão da eternidade contudo, ele jamais terá capacidade própria de se voltar para Deus se Este não se voltar para ele em atitude bondosa de perdão e misericórdia que para nós são imerecidos,

Sola Deo Glórias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.