Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 17 de outubro de 2010

Eu, Tu, Eles e nem Freud pode explicar o peso de um voto errado!!. Editorial XII


Partindo dos conceitos gerais de sua teoria psicanalítica, Freud  tentou explicar a experiência religiosa em termos dos conflitos que  o ser humano experimenta  no processo de seu desenvolvimento psicológico, exemplo o sentimento religioso de culpa; segundo Freud  resulta do fato de que a certa altura do desenvolvimento da personalidade, a criança procura afirmar-se como pessoa.
Essa afirmação de personalidade implica no desvio, e expressa-se nas varias formas de desobediência, que por sua vez gera o sentimento de culpa; outra ilustração dessa interpretação Freudiana é o argumento da dependência paterna.
Quando a Criança se defronta com forças adversas e contrárias superiores as suas próprias, naturalmente ela recorre ao pai nesse processo, a criança   aprende tanto a temer  como amar o Pai.
Religião portanto para Freud, nada mais é do que uma regressão á dependência infantil,  para Freud, Deus é apenas uma imagem magnífica do pai. Em estudo sobre Leonardo Davinci , Ele diz: “ A psicanálise revelou-nos uma conexão íntima entre o complexo do pai e a criança em Deus, e demonstrou-nos  que o seu Deus pessoal, não é, psicologicamente, se não uma superação do pai”. Ao descobrir-nos inúmeros casos de indivíduos jovens, que perdem a fé religiosa tão logo cai para eles por terra a autoridade paterna. No complexo paterno-materno reconhecemos, pois, a raiz da necessidade religiosa.
 É curioso notar-se que, sendo Freud um homem essencialmente arreligioso, se tenha ocupado tanto com religião. Em várias obras, ele se ocupa deste assunto. A psicologia Freudiana se lançou assim desde o início, na impossibilidade de perceber a verdadeira natureza do ego. Não podia compreender a liberdade de que gosavam, em medida variável, as funções superiores da alma. Para ela, o determinismo psicológico de modo algum era (como os melhores sábios de hoje concebem, por exemplo, o determinismo físico e biológico) unicamente metodológico, mas rigorosamente dogmático. Como se dá frequentemente com os que desprezam a filosofia, Freud dá prova de um dogmatismo filosófico particularmente rígido.
Uma vez que não há moral nem na física nem na biologia, Freud pensa que deve ostentar um soberano desprezo pelos valores morais que, para ele os fenômenos sociais nada mais são que uma amálgama de fenômeno psíquicos, sendo estes redutíveis aos biólogos. “Esta tendência levou os escritores analíticos (Freudianos) a crer, por exemplo, que as guerras provêm do instinto de morte, que o nosso sistema econômico atual tem por raízes, os impulsos erótico-anais, e a razão pela qual o maquinismo não começou há dois mil anos é dividida ao narcisismo da antiguidade”; E como pouco se pode contra os instintos, nenhum progresso humano verdadeiro é desculpavel. Quando  muito poder-se-ia esperar que a psicanálise conseguisse “sublimar” os mais perigosos associais instintos.

Daí se pode concluir que, o ateísmo psicanalítico de Freud é resultante de sua frustação com a discriminação e o preconceito dos quais ele foi vítima na Universidade Viena e ainda uma fuga para justificar o seu homossexualismo e por fim tentar fugir da religião dos pais e dos antepassados Judeus.
Em Sigmund Freud, a religião é utilizada como instrumento de dominação, em que os mais espertos tiram proveitos da ingenuidade dos mais tolos, e é considerada como o ateísmo psicanalítico, enquanto a religião é considerada como a busca do pai que cada pessoa gostaria de ter.

QUE DEUS CONTINUE ABENÇOANDO A BAHIA E DEUS SALVE O BRASIL, ESSAS SÃO AS PALAVRAS DO PENSADOR NA TARDE DESTA QUINTA- FEIRA,  VINTE E DOIS DE JULHO, DE DOIS  MIL E QUATRO (22/07/2004). 

 Prezado Leitor, durante todo o tempo que estamos juntos nesta nossa aventura, posso lhes assegurar que nada do que escrevo é tão marcante, quanto as questões teológicas, que ora ou outra estão contidas nos textos, neste caso, falar sobre um assunto no rádio que era o caso destes editorias , requer um mínimo de sensibilidade,  para entender os momentos nesta campanha eleitoral de segundo turno, o que se discute muito é o que vai representar  o PNH3, pois não podemos pensar nas circunstâncias  antes de tudo acontecer, mais é fato que as liberdades gêmeas digo imprensa e religião estão mesmo ameaçadas, neste caso precisamos mesmo defender o direito de liberdade pois não se trata de algo simples é a própria democracia que está sendo atacada, estamos lidando com uma crise de ética e moral a liberdade religiosa em certo aspecto e a ultima fronteira entre o bem e o mal no sentido de moralidade, prezado leitor, fiz campanha indireta e direta para Marina, sei que Dilma não é a melhor opção, mais sei que para quem está nas condições que nós estamos, Serra é a pior de todas as escolhas, por uma sérei de motivos, mais basta te fazer pensar no seguinte: imagine que você prezado leitor mora numa cidade no interior do Nordeste, que é governada por uma oligarquia digamos de Galhos e Lebres que se uniram por Laços de matrimônio , uma destas pessoas consegue se eleger prefeita deste cidade,

que você prezado leitor mora, imaginemos que está prefeita é do partido do Serra, imagine   que está prefeita é uma psicopata, e que ela tem muito dinheiro e que lidera uma perseguição contra você e sua Fé e família, agora imagine que liderando este Bullying, só com uma prefeitura e ajuda de sua religião, está prefeita seja capaz de corromper, comprar, seduzir e ameaçar  pessoas  que não queiram participar do Bullying contra você, imagine que você não fez nada a não ser ter nascido Preto, Pobre e Protestante e que são estes os motivos pelos quais está prefeita não para de te perseguir;
Prezado leitor tenho motivos mais do que  justos para não votar em José Serra, e sei que você meu leitor me entende, de ruim por ruim, voto na Dilma e peço seu voto, pois se for verdade que nos somos apenas massa de manobra, para que serra fosse para o segundo turno, sabe lá Deus o que estás mentes perigosas, estão tramando, penso como 

Diz Salomão em Provérbios  7  7-12 “Desvia-te do homem insensato, porque nele não acharás lábios de conhecimento.  A sabedoria do prudente é entender o seu caminho, mas a estultícia dos insensatos é engano.  Os insensatos zombam do pecado, mas entre os retos há benevolência.  O coração conhece a sua própria amargura, e o estranho não participará no íntimo da sua alegria. A casa dos ímpios se desfará, mas a tenda dos retos florescerá.  Há um caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte.” Não tenho como fazer uma Exegese destes versículos mais fique certo de que os ímpios são pessoas ávidas por sangue e poder, para elas, fazer o mal é divertido e não importam os resultados, segundo eles o dinheiro de Fulano nos  salvará; mais como bem diz Noam Chomsky em sua terceira regra de manipulação, como já disse: os bullyings são mestres nesta arte,  de enganar mentir, roubar, trapacear; estava assistindo a Tv, um dia destes, pela manhã, antes de sair para o trabalho, quando o Jornalista global falou sobre Bullying, um garoto vítima de Bullying, conta para sua mãe e esta  vai falar com o Bullying (Pessoa que lidera o Bullying), este  por sua vez falou com seu Pai, que sendo um Bullying (Covarde ) bateu na mulher em frente de câmeras e outras coisas; 

o filho só fez na Escola uma representação do caráter do pai, os Bullying´s são pessoas covardes, medíocres, na maioria das vezes mal amadas ou hiper narcisistas ; o que tenho visto é que quanto mais mal caráter for o líder do Bullying, mais medíocres são os que lhe seguem, seja por pagamento, seja por ameaça ou só por seguir, eles espelham o mal caráter de seus lideres, imagine prezado leitor que a líder de seus Bullying seja uma prefeita, uma Irmã de vereador, que goza do fato de ser boa devota dentro de sua religião, e que usa isto para te perseguir, e que usa de todo tipo de mentira e engano para te fazer o mal, desde ameaça velada, até achincalhamento público,  está prefeita diz que tem em sua folha de pagamento os promotores de Justiça, o Juiz, etc e todo mundo; este é um fato não comprovado por você, porque você sabe que os Bullyings mentem demais, quando os problemas surgem, os Bullyings procuram distrair o povo com algo diferente, nesta estratégia de Noam Chomsky se percebe que os Bullyings agem desta forma, eles te dão como problema, depois gradativamente em quanto tu te defende, eles intensificam as mentiras ao teu respeito, vejamos:          3. Estratégia da gradação: Para fazer com que se aceite uma medida inaceitável, basta aplicá-la gradativamente, a conta-gotas, por anos consecutivos. 

É dessa maneira que condições socioeconômicas radicalmente novas (neoliberalismo) foram impostas durante as décadas de 1980 e 1990: estado mínimo, privatizações, precariedade, flexibilidade, desemprego em massa, salários que já não asseguram ingressos decentes, tantas mudanças que haveriam provocado uma revolução, se tivessem sido aplicadas de uma só vez..
Prezado Leitor, tenho me entristecido muito durante estes três anos de Bullying, não por causa do que dizem ou fazem, mais porque muitas vezes eu peco contra O Deus Todo Poderoso e isto é o que me magoa, no mais, a Justiça Divina tem sido minha fortaleza e livramento, quanto ao pecado entendo que havendo sincero arrependimento haverá verdadeiro perdão. Portanto busque o perdão de Deus em nome de Jesus, por meio da graça pela Fé somente,

Sola Deo Glória.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.